3nov/1334

Ganhadores e perdedores do GP de Abu Dhabi – e a “oitava marcha” de Vettel

“Parece que o carro dele tem uma marcha a mais”, disse um Christian Horner meio sem jeito para justificar os mais de 30 segundos de vantagem de Sebastian Vettel para seu próprio companheiro no GP de Abu Dhabi. Nem mesmo o alemão soube explicar o tamanho de sua vantagem, que nos trouxe à mente a outra vez em que esse RB9 brilhou nas mãos do tetracampeão em um circuito com muitas curvas de baixa velocidade, em Cingapura.

“Não há nenhum segredo, só fomos aprendendo a ouvir esses pneus ao longo da temporada”, garantiu Vettel. Mas é claro que a melhor interação do carro com os Pirelli que estrearam na Alemanha não explica toda a vantagem que apenas um dos pilotos da Red Bull consegue aproveitar. O agradecimento frequente ao trabalho da Renault não parece ser em vão, mas há também quem tenha visto algumas respostas na câmera térmica que apareceu nas transmissões das últimas provas. Nas próximas semanas falaremos mais sobre o assunto.

A vantagem de Vettel foi, como sempre, construída no primeiro stint, em que vimos uma situação curiosamente semelhante à famosa corrida de Abu Dhabi de 2010: a turma de Hamilton, Webber, Rosberg e Grosjean parou logo no primeiro sinal de graining, enquanto Vettel continuou, assim como as Ferrari (lição aprendida!), esperando essa fase passar. O tráfego provou ser mais duro que o esperado para quem tinha parado, enquanto os pneus de quem se segurava na pista, de fato, voltaram ao normal.

E dessa vez foi Webber quem lidou melhor com o tráfego e as Mercedes, que estavam acertadas mais para a classificação, sofreram. Porém, ninguém parece ter sofrido tanto quanto Alonso, que foi parar no hospital e “comemorou” estar com todos os dentes em ordem após passar violentamente por cima da zebra na briga com Vergne. Aliás, parece que nem mesmo com duas folhas brancas para brincar o arquiteto Hermann Tilke conseguiu acertar em suas saídas de box, nem em Abu Dhabi, nem na Coreia.

Foi uma corrida forte do espanhol, que soube poupar pneus quando necessário, foi decidido nas ultrapassagens (a freada antecipada para não perder o DRS na briga com Hamilton foi providencial) e mostrou ritmo suficiente no final para ficar à frente de Massa mesmo se o brasileiro tivesse copiado sua estratégia. Felipe também teve seus grandes momentos – e novamente um apagado Hamilton foi a grande vítima – e lutaria com Alonso até o final caso tivesse colocado pneus macios. Nessa altura do campeonato, finais de semana limpos como o de Abu Dhabi só ajudam em um cenário confuso no mercado de pilotos.

Comentários (34) Trackbacks (0)
  1. Juju quanto você cobra pra narrar e comentar uma temporada no lugar do “trio parada dura” da Globo, todo dinheiro do mundo convence? Não aguento mais ouvir tanta besteira! Do jeito que o Galvão falou da Williams na corrida(com o Massa no time), o título 2014 já tem dono! Duro mesmo foi o narrador “mentalizar” que Montezemollo podia estar arrependido por dispensar Massa.

    Nessa hora soltei um palavrão na frente da tv, o famoso PQP. E o Rubinho chamando os pagantes de “pilotinho”? Ele se esqueceu que foi piloto pagante por sete anos pela Jordan e Stewart, bancado pela: Arisco, Pepsi, Davene, Nokia e NET. Para ser ter uma ideia, em 1995, Rubinho trocou a poderosa Arisco pela gigante Pepsi, valor do patrocínio em torno de 3,5 milhões de dólares, uma fábula na época.

    O vídeo abaixo entrega, “barrica” era piloto pagante sim senhor!!! E naquele ano correndo pela Jordan, Rubinho já começava jogar pra torcida: “o carro tem cara de vencedor”.

    E tinha mesmo mas só foi virar vencedor com Damon Hill, Heinz Harald Frentzen e Giancarlo Fisichella! Schumacão quebrou a perna em 99, Frentzen e Herbert aproveitaram.

    “Agora eu venço uma corrida na F-1, o alemão esta fora, um piloto fora de série a menos na pista”

    Todo mundo vencia com carro inferior, menos Rubinho! Panis venceu de Ligier! Damon Hill, Heinz Harald Frentzen e Giancarlo Fisichella venceram de Jordan! Herbert venceu de Stewart! Button venceu de Honda! Vettel venceu de Toro – Rosso! Maldonado venceu de Williams! Rosberg venceu com a “cambaleante” Mercedes! Cadê a vitória que o Rubinho prometeu nos tempos de piloto pagante? Tempo ele teve na Jordan e Stewart, foram sete anos.

    Assista à íntegra da entrevista de Rubens Barrichello (1995)
    http://www.youtube.com/watch?v=2V0vVKYn7HQ

  2. Assino no que diz Marcelo no coment anterior, ese Rubinho e Massa são caras meio que disociados, hahahahaha, nem que falar da turma da Globo querendo garantir audiencia, Bah.
    Voltando ao post, sem duvida grande apresentação do Alonso, mas os mesmos caras da FIA que já vi penalisar cada nadice, agora ficam em que a manobradesemfreada do Alonso com direito a pasar completamentamente por fora da pista, foi apenas un lance de corrida. Oras bolas!! Mais Marmelada Vermelha. V.S.F.. Grande perdedor o Hamilton, que levou surra dos Ferraristas, Massa de novo ficou prejudicado pela equipe, nessa altura da corrida o último stint deveria ser con os macios. De repente estão punindo seu desaforo, o pior é que com o anunciado acordo do grupo Quantum com Lotus, pode ficar a pé mesmo. Os que ganharam demais foi a turma da Force India (esqueceu deles Ju?). Di Resta com um ótimo 6°, mas mais fudidão a meu ver foi o Sutil, que largou em 17° e se aguentou no stint final de mais de 20 voltas com os macios enquanto que o Maldonado tentava. Este último na guilhotina, se eu tive-se na pele dele, ficava tranquilo na Williams.

  3. Ahhhh, mas quem ganhou mais ainda foi o Vettel, e não estou me referindo a mais uma vitoria e sua continua inflação de pontos e records. Foi com esse finale. Só um cara diferenciado usa todo esse direito que têm para peitar os ridiculos comisarios da FIA, a equipe e ainda por cima fazer piada imitando a Raikkonen: “Sei o que estou fazendo”. Isso, mais o Coultart no Heliporto do predio que parece navio, só vai alavancar a venda das latinhas de Red Bull, o proprietario feliz com o Marketing com mais grana y Vettel ganhando admiradores pelo mundo fora com toda autoridade. Grande Garoto.
    Por outro lado nem sei até que ponto não foi o Raikkonen que procurou sair logo na primeira oportunidade que pintou. Justamente ele que é um cara que não podemos tachar de barbeiro. Não acho que o Montesemolo este nem ai por sair de Massa como disse Galvão, mas essas imagenes de Kimi indo embora com ainda o GP em andamento, são pra já dar dando un frio na espinha. Hahahahaha, Jódete Ferrari!!

  4. Fantástico Vettel!!! Vitória humilhante! Vettel se parece cada vez mais com Clark e Stewart, que detonavam a concorrência logo nas duas primeiras voltas, quando seus adversários ainda estavam se estabilizando na corrida. Webber não é nem nunca foi gênio, mas braço duro também não é (fez até a pole), e, com o mesmo carro, chegou mais de 30s atrás!

    Se Massa foi sincero e verdadeiro em sua declaração – a de que não esperava que colocassem pneus duros em seu carro – esse foi o jeito velado que arrumaram para botar o espanhol na frente sem possibilidade de o espanhol ser eventualmente atacado pelo companheiro. Nem há a menor dúvida que Alonso é muitíssimo mais piloto que Massa, mas essa ultrapassagem dele no brasileiro foi meio Mandrake. Muito interessante também Alonso enfatizar sempre que a sua Ferrari não tem velocidade, ainda que ele tenha marcado a melhor volta da corrida, mesmo dando-se o desconto de que ele estava com pneus mais macios e o carro mais leve, porém é preciso considerar que Vettel voou baixo o tempo inteiro, inclusive no final da prova.

    Estou impressionado com a falta de competitividade de Hamilton! Ele mesmo admite que não está em boa fase, pelo menos é sincero ao reconhecer isso – ao declarar que Rosberg consegue extrair muito mais do Mercedes. Do jeito que a coisa vai, o inglês corre o perigo de ser suplantado pelo alemão, o que, francamente, eu não esperava. O que se passa? O mesmo digo de Fernando, mal este ano, falta velocidade nos treinos ao espanhol. Por favor, fãs dele, não dá pra debitar tudo somente ao carro, vamos reconhecer, a prova é o tão apedrejado Massa suplantando-o frequentemente.

    Grosjean mais uma vez bem. E Ricciardo? Desde que foi confirmado na Red Bull sumiu de vez! Em Abu Dhabi foi ao Q 3 e desapareceu na corrida, nem ele mesmo entende o que aconteceu. Bem fracotes esses dois atuais da Toro Rosso. Félix da Costa é quem deveria ter ido direto para a Red Bull.

    Na GP 2 (diga aí, amigo Bruz) o “mocinho” (sempre tão “centrado” e conservador) tirou da corrida o “vilão”, quem diria! Nasr fez uma segunda temporada sem vitória e coroada sem brilho, decepcionante para todos aqueles que esperavam mais dele em função dos títulos e das ótimas performances que entregou nas categorias menores. Sinceramente e sem ufanismo, a meu ver tem gente com muito mais mérito do que ele para ser promovido à F 1.

    • Pois é amigo Aucam, o pior é que esses dois já se bicaram varias vezes e Nars sabe que o Cecotto Jr é uma chicane ambulante, por isso é imperdoavel acreditar que podia. Mas tem o fato mais grave, de que a Carlin perde o campeonato de construtores pela besteirada. Vale conferir http://www.youtube.com/watch?v=eNEAdqh1oo0, mas vou adiantando que mais vale pela largada de Calado (o verdadeiramente promovido).
      Definitivamente o Nars decepcionou – e muito – na segunda parte até porque tinha a melhor caranga da GP2. Mas eu acho que foi uma coisa de pressão que não souve manejar, seu principal patrocinador virou fumaça e muita gente colocando-o como a última esperanza brasileira. Eu ainda jogo alguns numeros nele Aucam. Espero que venha em melhor forma no ano que vem.
      Quem fechou com broche foi o recem promovido Ruso da STR, Kvyat creio que se chama, e acho que a gente vai terminar de aprender bem seu nome e até saber que come no cafe da manhã. Logo saberemos se também morde.

  5. Uma pergunta:

    Aquela regra de levar vantagem passando com as 4 rodas fora da pista ainda vale ou já foi revogada?

    • Desculpe a intromissão, mas eu me lembro que com Grosjean foi aplicada duramente, (não recordo agora o GP). . . Com Hulkenberg também. . .

      • Essa regra tem sido aplicada desde o episódio do Bahrein em 2012, em que o Rosberg fechou a porta e o Hamilton passou com as 4 rodas pra fora da pista.

        E desde então todos os pilotos que usaram totalmente a parte de fora da pista tiveram que devolver a posição ou foram punidos.

        E isso foi muito discutido aqui, sendo que o principal argumento é que sem as areas de escape, se ainda fosse brita ou grama, os pilotos não passariam por lá, e por consequência não fariam a ultrapassagem. Esta é a alegação que justifica a punição.

        Eu questionei desde sempre mas me resignei à regra.

        Só queria saber se foi revogada.

        • Também sou contra certas regras que tolhem o espetáculo e que são aplicadas com frescura por comissários chatos, mas o que eu também questiono é o uso de dois pesos e duas medidas. “Pau que dá em Chico dá em Francisco também”, mas na F 1 só os pobres Chicos apanham. . .
          Essa punição pelo zerinho do Vettel na Índia foi ridícula!

    • A regra vale, mas depende quem é o ser a ser punido. Que o diga os comissários de Abu Dhabi e Fernando Alonso.

  6. Com o Gorsjean foi na Hungria, não me lembro do Hulk. Acho que o Sutil também ultrapassou saindo da pista e nada de punição. A do Alonso, não sou viúva do espanhol, acho que foi devido a saída dos boxes que fica bem na trajetória dos carros na pista. Se ele não sai, bate. Também achei que a punição do Hulk foi exagerada, ele saiu um pouquinho na frente. Já aconteceu outras vezes nesta temporada.
    Agora o Hamilton não conseguir passar o Gutierrez foi dose. Ele não costumava ficar perdendo tempo atrás de pilotos mais lentos. Está tomando um banho do Nico neste fim de temporada.
    Sobre o Vettel, genial como sempre. Assisti a corrida vendo o site formula1.com e com os tempos volta a volta, e até a segunda parada o alemão era sempre mais rápido que todos os outros.

    • O Grosjean na Hungria foi por não dar espaço ao Button, se eu não me engano.

      • Acho que o lance foi com o Massa, que até defendeu Grosjean.

        • Verdade, teve esse… Mas a punição, foi por qual lance? Ou teve duas? Eu nem lembro, huashuashuas…

          • Foi por Grosjean ter levado vantagem na ultrapassagem por fora sobre Massa. Mas me lembro que Grosjean cometeu outra pequena “falta”, não sei exatamente o que, rsrsrs. . . Acho que Grosjean está mais para “Chico” do que pra Francisco, rsrsrsr, por isso o mesmo pau bate com mais força nele. . .

  7. Bem, aos que tinham dúvidas que o carro da RBR era o melhor, não existe mais, mas a diferença abismal de Vettel para Webber, mostra a diferença brutal do melhor piloto para o segundo e esforçado australiano…Pra mim, os melhores lances da corrida foram a genial ultrapassagem de Hulkenberg sobre a dupla da Toro Roso e o controle do carro de Alonso na disputa com Vergne. Bem, no replay, basta ver que o francês não deixou espaço para o espanhol, forçando-o para fora da pista. Realmente, Ju, Hamilton estava muito apagado! Acredito que nessa altura do campeonato, os tops já estão em modo contagem regressiva para férias.

    • Em todos os casos em que um piloto saiu da pista foi porque o outro não lhe deu espaço. Ou alguém foi pra fora da pista porque achou bonitinho passar ali?

      Mas em todos os outros casos, se o piloto levou vantagem por passar com as 4 rodas fora da pista teve que devolver a posição. Quem não devolveu foi punido.

      Usando o argumento que foi muito dito por aqui, se ali tivesse grama ou brita, Alonso recolhia e voltava atrás de Vergne. Como era area de escape ele foi. Foi e se deu bem. Como todos os outros que foram e se deram bem. Só que os outros tiveram que ceder depois e os que não fizeram foram punidos.

      • Sim, mas Alonso estava lado a lado com Vergne, sendo assim, o francês não poderia fazer o traçado como se estivesse sozinho na pista. Isso absolve o espanhol e culpa o francês.;-)

        • Se tem uma brita ali ele recolhia e ficava atrás do Vergne, e o passaria na próxima reta.

          Mesmo quem justifica que não havia opção para Alonso não pode negar que ele levou vantagem, afinal não faria a ultrapassagem caso se mantivesse na pista.

          A regra tem que ser preto no branco, não pode se valer de interpretações. Ultrapassar saindo da pista não vale e é importante que os pilotos tenham isso claro.

          • Foi um lance bastante complicado para os comissários, pois os dois pilotos cometeram infrações:

            - Quando Alonso já estava com a asa dianteira ao lado da Toro Rosso, Vergne continuou tomando a curva
            normalmente e não deixou o espaço regulamentar de um carro. Esta foi a infração inicial.

            - Isso torna a manobra do Alonso de sair da pista “justificável”, como diz a regra. Porém, mesmo tendo a “permissão” para deixar a pista, ele não poderia levar vantagem.

            As opções eram punir ou liberar ambos, creio eu. E imagino que a postura de Vergne, até agradecendo Alonso por ter evitado a colisão e admitindo que sequer tinha visto a Ferrari e, por isso, tinha feito a curva normalmente, tenha sido decisiva.

            Agora, concordar com o texto publicado pelos comissários como justificativa é outra coisa…
            http://totalrace.com.br/site/noticia/2013/11/comissarios-explicam-por-que-nao-puniram-alonso-em-abu-dhabi

          • Olha a foto do Alonso após a ultrapassagem: http://www.gptoday.com/full_story/view/470100/Alonso_cleared_after_hospital_visit/.
            Será que foi tão sério assim?

            Não se preocupe, Tramarim, tudo indica que Hulk vai mesmo pra Lotus, Pastor é que vai dançar um merecumbê, talvez na Force India. Eu se fosse ele optaria por ficar na Williams, mas o clima tá bem ruim pra ele por lá, como dizem por aí. Pelo menos a Williams tem boa instalações. Também torço por Hulk ir pra Lotus, para acabar com as dúvidas.

          • Uma opção seria “devolver” a posição pro frances e depois punirem o mesmo, se este cometeu falta.

            Agora, essa regra de passar fora da linha tem que ser melhor explicada. Ou ela é absoluta e não admite exceções, ou as exceções devem estar claras. Teve muita ultrapassagem por fora da pista em que o outro carro também não deu espaço mesmo já sendo ultrapassado.

            O que não dá é o telespectador pensar que é uma coisa, ver que punem tudo, pensar outra coisa, e ver que não punem tudo. Em termos de credibilidade e eventuais “teorias da conspiração” a F-1 perde muito se as situações não ficarem bem claras.

      • Amigos,

        Alonso devolveu a posição ao Pérez em Mônaco, por isso, não quero acreditar em “mão amiga” da FIA em Abu Dhabi.

        Não sei, mas acho que poderíamos facilitar o trabalho dos comissários. Ex: Se o piloto “A” não deixa espaço ao “B”, o piloto “B”, mesmo levando vantagem na situação, não deveria ser punido.
        A meu ver, punir o mesmo é incitar atitudes extremamente agressivas (sem noção de perspectiva).

        (detesto o Alonso, mas esquecendo um pouco as regras de hoje na F1, caso a FIA o punisse, não iria concordar)

        Ah, e a Julianne deu uma explicação perfeita quanto ao assunto. Mais claro que isso, só olhar pro Sol. :)

    • Ah, Wagner, viu na TV como as asas da Ferrari são flexíveis e fora das regras?!

      Estou brincando, relaxe. :D

      Abraços.

      • Hehe, deve ser algum parafuso solto, afinal o carro toma 1 minuto da RBR, kkkk, resumindo: falcatrua made in Maranello não funciona, kkkk

  8. Tramarim, olha esse trocadilho que li num comentário por aí: Who Quem Berg (rsrs). Justiça se lhe faça, fez uma belíssima ultrapassagem dupla nos dois touros que não são de raça.

    • Aucam, embora ainda não considere o Hulk no mesmo nível dos melhores desse grid, certamente ele está acima da média, melhor que muita gente que está ai.
      Nisso eu faço coro com os que estão indignados com a possibilidade dele ficar de fora da próxima temporada.

      • Fica tranquilo Tramarin, desde ontem a tarde circula uma suposta reviravolta, de que o grupo Quantum comprou 35% da Lotus y eles querem “O Hulquemberg” pilotando a caranga pretadourada.
        Muitos imortantes sites já se fizeram eco, só basta colocar Lotus Quantun no google. Eu até achei umas declarações em frances do Boullier, de que todo será esclarecido até terça feira. (até q enfim!!)
        Isso acabaria com os preacordos de Maldonado (se é que realmente existiram), e pode deixar o Lassanha de a pé.
        Sobre o Hulk, o Aucam já fez o outro dia uma comparativa com o Maldonado, e acho que o alemão ficou devendo no confronto direto com Barrica comparado ao Venezuelano. O Hulk tem lampejos, mas na realidade não tem feito grande coisa. Até o Sapattos levou a Draga Willians para o Q3 no Canada, e isso nos deixa de olhos, só isso.
        Não digo que Hulk seja braço duro, e espero ve-lo na Lotus e que esta possa acertar de novo a carroça. Ai veremos na comparativa com o Groja, que eu sempre defendi, e que agora esta mostrando potencial.
        Por sinal, acho o Maldoso melhor piloto do que os formadores de opinião tentam fazer dele.

  9. Julianne, vivendo e aprendendo: eu desconhecia esse device instalado nos carros de F 1 que avisa à equipe médica quando determinada carga de Força G é excedida. De qualquer maneira, esforços em excesso na coluna merecem sempre atenção.


Leave a comment

Sem trackbacks